Marcadores

ateliê (2) bazar (2) botões (1) brinco (9) cabouchons (1) canutilhos (1) cinza (1) cobre (2) colar (70) conjunto (1) corrente (26) corrente laranja (1) cristal (7) dicas (2) disponível (12) dourada (2) dourado (32) feltro (1) fio (13) infantil (6) louça (3) madeira (6) maxicolar (21) miçanga (1) murano (3) niquel (3) ouro velho (8) pérola (12) prata (11) pulseir (1) pulseira (25) resina (1) seda (2) semente (2) shamballa (2) spike (1) tecido (2) vintage (3)

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Bodas de Coral



O coral, usado como adorno desde 1200 a.C., é um carbonato de cálcio
que se forma a partir de esqueletos de pólipos marinhos que vivem em colônias ou recifes. Pode ser encontrado, em sua maioria,  no Oceano Pacífico, ao largo das costas do Japão e Taiwan, e no Mar Mediterrâneo.

Desde 2002, a famosa loja Tiffany’s, só para citar um exemplo,  interrompeu sua venda  visando diminuir a agressão ambiental que sua extração acarreta.

O coral é derivado de material vivo e, portanto, considerado orgânico. Há grande variedade de cores, incluindo laranja, rosa, vermelho e branco, sendo o vermelho - Corallium Rubrum - o mais valorizado. É tido como talismã de boa sorte. No tempos antigos, as bruxas usavam-no para afastar os maus espíritos, o diabo e má sorte.   Também foi usado para fortalecer os relacionamentos, trazer riqueza, ajuda e proteção. 

Falando em relacionamentos, hoje meu marido e eu estamos completando 35 anos de casados.  Nesta data nosso desejo é  que não se extinguam os corais, os deixem colorindo o fundo dos oceanos  para que continuem a emanar boa sorte para nós dois, no dia de nossas Bodas de Coral, bem como para  todos os que venhar a ler esta postagem!  Um grande abraço!

2 comentários:

  1. Parabéns Alba!!! Lindíssima história sobre os corais. Beijo grande em seu coração!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andréia, vc é uma querida!!! Super beijo!

      Excluir